quarta-feira, 11 de março de 2009

Mil coisas

Fazia dias que eu não arranjava tempo de escrever... entao, varias cousas pra dividir.
Por partes, como nosso amigo jack:
1000. minha grande amiga mary alice que mora na alemanha passou uma temporada no brasil. Veio com o namorado, futuro marido. Tenho que arranjar grana pra ir no casorio ano que vem nas 'zoropa'. Bueno, o cara nasceu na romenia e mora na alemanha desde os seis anos de idade. A gente falava so em ingles pra que o rapaz pudesse ficar integrado. Usei afu meu indian inglhish. Fiquei feliz porque mesmo com meu vocabulário tosco, conjugacoes verbais inexistentes e sotaque indiano consegui fazer piadas. Isso me levou a conclusao de que o humor e algo universal. Se eu brasileira faço uma piada com ingles asiatico e um cara romeno que vive na alemnaha entende e ri, a comedia so pode ser algo universal.
2000. fiz uma noite muito divertida e engracada quinta passada. O famoso ladies nights que reune a muguegada da facul. pouco antes de eu chegar as gurias estavam com frio e pediram pro garcon desligar o ventilador e ele disse que nao podia, etc.
Caipirinha vai, caipirinha vem, escondidinho de camarao vai... chamei o garcao e larguei um convincente: 'moço, eu tenho uma doena e nao posso pegar vento'. Funcionou. As gurias contiveram ao maximo o riso e eu quase cai na gargalhada assim que o cara virou as costas.
Bueno, encontramos um outro amigo da facul que sentou numa mesa proxima com um parceiro que tava de gravata. Escrevi um bilhetinho: amigo de gravata, hoje e quinta ja passa das onze e tu com essa gravata, pelo amor de deus, tira essa gravata, ela lembra trabalho e a gente quer beber!
O bilhetinho chegou no rapaz que deu uma risadinha e prontamente tirou a porra da gravata. Em seguida, sinalizou que tinha outro cara engravatado. fiz outro bilhetinho no mesmo estilo. A mesa do cara tava super cheia e o papelucho circulou por todos os integrantes que inicaram um coro: 'tira, tira, tira'.
Nao é que o filho da puta nao tirou!!!
Mais uma caipirinha, mandei outro bilhete: ‘sera que ele transa de meia:’
Ai, deixa picando que nois chuta.
3000. fui no laika sabado, com a mesma tchura de quinta. Como aquele inferninho tem um banheiro maldito e com a porta estreita levei duas cangas pra fazer uma cabaninha na hora do cate. Bueno, a festa tava suuuper divertida, vi um gostoso e com martini na cabeça cheia de atitude perguntei ‘ta solteiro’, o lindo, estendeu as duas maos mostrando que nao tinha aliança. Ja sentou pertinho, e eu entrei de sola. Ai, o guri queria filosofar sobre o que era o beijo. Pelamordedeus, falei que nao gostava de filosofar. E deu certo.
Depois a louca (o gostoso e nao eu) pegou umas duas bichas. Ui! Noite louca!
La pelo meio da madruga, precisava fazer o cati. Eu ainda nao tava preparada psicologicamente pra montar a tendinha do xixi. Fomos na missao impossivel botar o aleijado dentro do banheiro. A entrada do troço era muuuito estreita e o jeito foi tirar as duas rodas grandes da cadeira e entrar estilo carrinho de mao, depois recolocar as rodas. Dei um mijao publico enquanto uma mulher dura de trago tinha um momento te considero e dizia que aquilo (minhas amigas me ajudando a mijar) era a maior prova de amizada que exisitia, hic!
Depois de mais festa, nova iminencia de urina. Dessa vez eu tava apta a encarar as cangas. Fomos pro hall do pico, as gurias fizeram a cabaninha e enxi uma garrafa plastica que achei por ali.
4000. estou no sarah, eeee! Agora to escrevendo no meu computer, na varanda, as margens do paranoa e mais tarde vou postar essa joça. Reencontrei o sid e o iguinho, aleijados gente finissima e estou conhecendo outros muito legais tambem. tem um guri do lesado cerebral que é muito azarado. O guri foi numa festa a fantasia de xeque, foi mijar num barranco e quando estava descendo escorregou na capa e bateu a cabeça. Pata que pareu...
to cheia de ideias na cabeça, vamos ver se da pra fazer um doc e mais uma parodia de clipe de musica brega. Mui feliz, ainda com o sono atrasado da semana. Trabalhei que nem um cavalo pra deixar os programas prontos pra poder viajar. Bom demais estar aqui como sempre.

6 comentários:

flavia:) disse...

UAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHA!
Postar foto da baganaite que é bom, nada, né? Uahahahaha!
Ju, se deu bem na naite, heim, nega?? Saí sem dar tchau porque tava trebada e derrentendo. Mas, como sempre, adorei te reencontrarrrrr!
Tomar caipirinhas, papo cabeça e a ida clássica para filosofar no banheiro! Uhahaha! É nóis! Aproveita aí no Sarah e na volta falamos ;) Beijinhos, Flávia:)
(): olha tudo que eu tive que digitar na verificação de palavras para postar este comentário: agloggiugogoi :S e deu errado! a próxima foi cemacete. Hm......

Juliana Carvalho disse...

hahahaha, tava massa o laika sauna club! saudadona, já...

Cris H. disse...

Jujuubs! òtemo esse post, adorei dividir todos esses momentos divers contigo. Cabaninha de canga tava surreal! hahah Te diverte aí! Beijos!!!!!

Cybelle Varonos disse...

Muito legal, adorei o seu senso de humor....dei muita risada!!!
Bjos

Tali Godoy disse...

Caraca Ju, quantas emoções... A-DO-RO!!!... =)

Eduardo Camara disse...

hahahaha! Quase me mijei de rir, mas não tinha cabaninha por aqui :) Muito bom!