quarta-feira, 9 de junho de 2010

Divindo as dores

Então, o dia hoje não foi dos melhores. Já não estou de alta na sexta e sim começo a tomar dois antibióticos (via oral, graças a deus!) amanhã pra acabar com as bactérias escrotas. Também fiquei sabendo que estou quase hipertensa. Aham. No limite da pressão alta. O médico acha que a causa é o uso de longa data do corticóide. O que te salva também te mata. E de novo o corticóide entra em ação pra estragar meu dia. Como faz muito tempo que não fico em pé, o médico aqui disse que tenho que fazer uma densitometria ossea antes de voltar a ver a vida do alto. Esse remedinho além de engordar a criatura, fazer subir sua pressão, também prejudica a massa óssea. Podem rolar fraturas em situações bestas, tipo, ficar em pé.
No mais, sábadão sai pra almoçar com minha tia e meus primos. Comi sushi e mais tarde tinha uma festa. Estávamos quase saindo quando uma dor de barriga fulminante me fez cagar nas calças. A vida as vezes pode ser chata pra cacete, né? Bueno, meu primo me pegou no colo e fui pro vaso. Minha tia me ajudou no banheiro. Puxamos a fralda cagada e de repente ela se atrapalhou. A merda caiu em slow motion, estilo matrix, e passou a milimetros da minha perna. Se eu suasse teria sido frio. Só tinha aquela calça pra ir pra festa. Se bem que a dor de barriga quase não me permitiu sair. Caguei por mais duas horas e cheguei leve no festerê. Foi meia garrafa de tequila. E o resto, obviamente não me lembro. Uma despedida talvez. De volta ao lance da hipertensão, terei que mudar vários hábitos para não ter que tomar mais um remédio. Da boca do médico saiu: dieta balanceada, restrição de sal, bebida alcóolica raramente, nada de excessos. Porra, até o cigarrinho deve dançar. Pra quem gostar de fazer tudo intensamente, é bem complicado viver sem excessos. E, tão riscando da lista todos os pequenos prazeres mundanos que gosto de desfrutar. Preciso arranjar um namorado urgentemente. Algum prazer tem que ter nessa vida, né?

8 comentários:

Ana Célia disse...

E AÍ JUJUBA!
QUERIDA ...
É SÓ UMA QUESTÃO DE TER CALMA...É SÓ FAZER DIREITINHO O QUE O MEDICO MANDOU Q DEPOIS TUDO FICA RILEX.
SE CUIDA AÍ TAH.
BJUS GURIA.
FICA COM DEUS

ATE BREVE :P





ANA CELIA

desabafo disse...

TE AMO JUJUUUUUU.....bem vinda ao clube..kkkk...sem cigarrinho com coca e papinho na madruga...sem sal...mas pode um monte de coisas...bjar mtooo...sexoooooooo...ver o por do sol...kkk..etc..etc..saudadesssssssssss

Cesar disse...

oi Juliana.. td bem ai em Brasilia?? adorei conversar com vc.. via msn !!
Olha só.. esse lance de arrumar namorado ... ao inves de juntar os trapinhos.. pode ser juntar as cadeiras de rodas !!!! hahah volta pro Rio Grande !!! bjuss bom tratamento pra vc ai em brasilia.. sucesso

André Luís disse...

Po... Ju este medico quer cortar tudo? Tem nada não, namore muito e mais um pouco, e tal. Depois a vingança será maligna. Bjos

mariana disse...

Oi Juliana
Não vou falar o mesma lenga lenga que todo mundo diz "sua hora vai chegar...vc vai encontrar alguem..." Que isso vai rolar é fato, mas putz...me irrita isso! Voce sabe que nossa passagem relampago pela terra tem um sentido que nem sempre sabemos em vida. O que todo mundo sabe é que a sua missão está sendo cumprida mas infelizmente vc tem que passar por alguns perrengues para cumpri-la...assim como mil outras pessoas passam outros bem piores. O amor é sempre bom e todo mundo merece um chameguinho ainda mais nesse frio do cão. Mas se voce acredita no poder do pensamento, PROJETE a imagem na sua mente. Os detalhes mesmo, o jeito dele, gostos parecidos...pode apostar que funciona. Achei meu amor assim, eu praticamente desenhei!Eu fiz um mural com imagens de amor em frente a minha cama e todo dia eu mentalizava nosso amor delicia. Ele veio viu, demorou mais veio. Só nao imaginei ele sentado numa cadeira de rodas, mas ele me apareceu assim, lindo, carinhoso e um charme em pessoa!
FORÇA na piruca e vamo que vamo!!!

Cesar disse...

Oi Juliana...
é bem isso ai que a Mariana falou no comentario dela !!
E olha só.. se for pra imaginar alguem ao seu lado sentado numa cadeira de rodas.. imagina eu !! estamos na mesma situação amorosa hehe eu vou seguir o conselho da Mariana... valeuuu!!

chris disse...

Que bom dividir as dores, tb ja estive no sarah, e as vezes é um saco, ter que fazer coisas que não estamos acostumados...mas é só por um tempo Juliana..beijos ..e que se recupere logo logo...Mês que vem estou aí no sarah...bjs....

adalberto_quirino disse...

Olá, Ju?!
Primeiramente é um prazer tá comentando no seu blog pela primeira vez, já que acompanho há um tempo. Mas quero dizer-te que fico feliz pelo teu tratamento no Sarah ter tido êxito, porém fiquei bastante triste por não ter tido o prazer te conhecer-te realmente, apesar de que eu também tava realizando tratamento no Sarah na mesma época que você tava enternada só que tava em hotel... :(
Pois seria uma ótima oportunidade de adquirir teu famoso livro autografado (rs), pois ainda não o li porque quero compra-lo diretamente na autora para receber com direito a autografo...rsrsrs
Bjos! E até +