quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A pior ressaca é a moral

Ai, o horário de verão tem suas benesses. Nada como sair do trabalho e ir direto pra Lima e Silva beber com as amigas. O problema, o meu problema, é que não sei beber socialmente. Caipirinha vai, caipirinha vem. Fiquei no bar das 19h até às 04h. Yeah, o tio Darci, garçon do boteco, literalmente me varreu do bar. Recolheram todas as mesas e eu mais alguns amigos (o happy começou com as amigas mas a mesa foi bem rotativa) fomos os últimos arrozes a sair do local.
Tudo bem sair pra se divertir, é saudável e tal. Rir faz bem. Mas, eu seeeempre exagero! Devem ser os vários planetas em escorpião. Buenos, melhores momentos, em versão miniflasback:
- Entrevistei todo mundo da mesa usando o catchup de microfone. As enquetes eram sempre naquele nível... 'Já levou um fio terra?'
- Bebo, fico rica e descoordenada. Deixei cair um cigarro aceso no meio das pernas e na hora de catá-lo às pressas, fiz uma bela queimadura no dedo do meio. Fez bolha, chuif...
- Bebo, fico rica, descoordenada e tarada. Pedi pra um amigo ficar chupando a queimadura. Dei várias diretas nele.
- Bebo, fico rica, descoordenada e perco a noção. O amigo foi me levar em casa, enquanto ele dirigia taquei a mão do homem nos meus peitos e obriguei ele a me beijar antes de ir embora... Como diz aquele velho ditado: 'o importante é fazer gol'.
- Já em casa, do jeito que cai na cama fiquei. Acordei hoje (mega atrasada pro trabalho) e vi que dormi com as pernas pra fora da cama.
Bêbado é foda. Mas, fazer o quê. O calor e a localização do trampo imploram por um boteco: a Lima é logo ali e semana que vem tem de novo.

6 comentários:

Jairo disse...

ahahahahahha... vida louca, louca vida... vida breve!

Fernanda Crancio disse...

uhahahham Ju, quase morri rindoooooo! queria te ver num boteco desses...hehehe
beijos

FernandaV. disse...

EEEEita nóis!!!

nome disse...

Fala, Jairão! Põe louca nisso!!!
Fe, é bem fácil me ver no boteco, hehehe, qual teu ramal que ligo pra próxima!
Fe, eita meeeesmo!
Bjs Ju

Ronald disse...

Ahahaha! Muito boa! A mão no peito foi impagável.
Eu também gosto de bebr socialmente. O problema é que eu sou muuuuito sociável! Ahahahaha

Tom. disse...

Olá, tudo bem?

Meu nome é Tomaz Saavedra. Eu e minha colega Marianne Peçanha estudamos Comunicação Digital na Universidade do Vale Do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre. Nossa turma está realizando um projeto à ser apresentado para a Prefeitura de Porto Alegre, acerca de ações a serem realizadas para a Copa Mundial de Futebol em 2014, e nosso trabalho é baseado nas questões de acessibilidade para cadeirantes. Entendemos o quão importante é ouvir a opinião de pessoas que convivem com o problema, já que não podemos realmente sentir o que é conviver com isso, e queremos fazer a melhor solução possível, por isso elaboramos um pequeno questionário com pontos que achamos relevantes. Se você pudesse respondê-lo e nos enviar de volta para o e-mail tomaz_sm@hotmail.com, ficariamos muito agradecidos!

Segue abaixo o questionário e algumas perguntas. Um abraço!

Questionário

Nome:
Sexo:
Idade:
Cidade:
Estado:
Por quanto tempo por dia você costuma navegar:



1 - A prefeitura na cidade onde você é competente no que diz respeito a obras civis com acesso para cadeirantes? Se não, você poderia citar alguns dos lugares aonde você acha mais complicado andar?
2- O que você faz a respeito dos lugares que encontra maior dificuldade em acessar? Você tem o costume de falar com as autoridades competentes?
3 - Você participaria de uma ação do governo visando saber o que os deficientes pensam sobre o acesso na cidade, comentando os possíveis lugares que poderiam ser reestruturados e votando em sugestões de outros participantes?

Também pedimos que, caso você conheça outros cadeirantes ou pessoas com deficiência, repasse o e-mail para eles ou nos informe seus respectivos endereços de e-mail, para que possamos entrar em contato.

Novamente, agradecemos pela sua atenção.